Roteiro: Barcelona dia 1

O ideal é acordar super cedo nas viagens pra poder tomar café tranquilo, porque nós estávamos acordando umas 8-9 da manhã e não dava tempo de comer direito pela manhã e ir pegar o tour 11 horas. Mas se você está hospedado super perto das atrações é mais tranquilo.

Nosso primeiro dia foi meio estranho, porque não tínhamos mapa e nem internet, a internet é um caso a parte e eu explico melhor quando for falar do hotel, então pegamos um mapinha safado de um  ônibus pra turista e fomos tentar nos virar com ele. Isso tudo porque no primeiro dia perdemos o horário do tour e ficamos sem rumo, há. Eu vou listar aqui não a ordem que fizemos, mas sim a ordem que deveríamos ter feito e seria muito mais proveitoso.

Mas antes vou falar da Runner Bean, que foi o free walk tour que fizemos. Free walk tour é um guia turístico de “graça”, no final você dá a quantia que achar necessária o que varia de 5 a 10 libras/euros por pessoa. Claro que não é obrigatório pagar, mas trabalhar de graça ninguém quer, então é preciso dar o estimulo para aquelas pessoas continuarem a fazer uma coisa bacana.
Descobri a Runner Bean pela internet e eles fazem dois tipos de tour, o tour Gaudí e o tour cidade antiga. Eles saem todo dia, de 15 de Outubro a 31 de Março as 11 horas da manhã e de 1 de Abril a 14 de Outubro as 11 horas da manhã e 16:30 da tarde, na Plaça Reial e ficam perto da fonte com umas camisetas neon com o nome do tour. É bom chegar antes ou agendar, porque muitas vezes esgotam as vagas.

Eu recomendo demais fazer os dois, conhecer a história das coisas é fundamental e como só duram 2 horas depois se quiser você vai e entra pra conhecer as coisas que achou mais interessante.

DIA 1

Depois de tomar café eu recomendo começar o dia com o tour de Gaudí.
-Nesse tour começamos na Plaça Reial descobrindo o primeiro e último trabalho de Gaudí para o governo.

Ele fez apenas duas luminárias dessa, porque não queriam pagar a quantidade que ele exigiu. No final, nem o governo e nem ele queriam mais saber um do outro.
Quando Gaudí era novo ainda, com seus 20 anos, ele decidiu que iria trabalhar para os ricos e assim passou a se vestir e frequentar bares requintados pra conseguir clientes, um de seus primeiros clientes foi Paul Guell, que virou seu melhor amigo e patrocinou financeiramente muitos projetos de Gaudí. Por isso muitas peças clássicas de Gaudí tem o nome Guell.

-De lá fomos para o Palau Guell o primeiro projeto para o seu patrono e sua primeira obra prima.

É ai que começamos a pensar se Gaudí era doido, gênio ou todas as opções hehe. Nesse primeiro trabalho já se vê pelas chaminés como ele gostava de colocar cor e cerâmicas quebradas em seus trabalhos. Para entrar no palácio a entrada é de 10 euros e tínhamos escolhido esse para entrarmos, mas como embananamos no primeiro dia não deu tempo.

-Pegamos o metrô e fomos parar lá em Passeig de Gràcia, onde ficam 2 prédios com o design de Gaudí. O primeiro é a casa Battló, que é chamada de conto de fadas em pedras.

Muitos conspiram sobre seu desenho, se são máscaras ou se a casa foi inspirada em um dragão e os ossos de sus vítimas. Faz bastante sentido depois que você percebe que as varandas parecem parte do rosto e os pilares os ossos do corpo. Essa casa foi construída para uma mulher de 52 anos, o prédio era bem normalzinho e ele transformou numa peça de arte. Nessa época ele já estava consagrado e se tornou um fanático religioso, suas roupas que eram finas viraram trapos. Para entrar é 20,35 Euros.

-Bem perto dali está o Casa Milà ou “La Pedrera”, depois que o Sr. Milà viu a casa Battló ele queria que Gaudí desenhasse um prédio pra ele, Gaudí fez o desenho e ele aprovou. Quando ficou pronto a opinião pública não foi muito positiva e a Sra. Milà detestou, inclusive o dinheiro para a construção veio dela. As bancadas feito com ferro distorcido mostra um pouco do senso de humor de Gaudí que “ofendeu” da sua maneira o jeito mulherengo do Sr. Milà. Ele colocou elementos subliminares. Para entrar durante o dia é 16,50 Euros.

-Por último vem o La Sagrada Familia. O mais conhecido de todos e claro a grande obra prima de Gaudí. Depois de um tempo ele decidiu se dedicar apenas a construção da Sagrada Família até sua morte. Ele sabia que não estaria vivo para ver ela pronta e por isso deixou alguns desenhos prontos para que outras pessoas pudessem tocar o trabalho. Alguns desenhos foram perdidos durante a guerra, mas com o que conseguiram salvar ele continuaram o trabalho. Serão 18 torres! A última será a de Jesus Cristo e terá 170 metros e poderá ser vista de qualquer ponto da cidade, a torre é 1 metro mais baixo da montanha mais alta de Barcelona, porque Gaudí achava que nada poderia ser mais grandioso que a natureza. Gaudí morreu em frente a Sagrada Família, atropelado e tratado como indigente, como ele se vestia com roupas velhas e remendadas muitos se recusaram a ajudá-lo por achar que era um velho bêbado, 2 dias depois Gaudí morreu no hospital e está enterrado na Sagrada Família. Eles querem terminar a torre em até 24 anos e tudo é feito a partir de doações e venda de ingressos para entrar lá. Pela internet você paga 14,30 Euros.

-Depois de lá acaba o tour, mas eu aconselho a ir ao Park Guell, aquele parque maluco que todo mundo tem que ir hehe A guia nos deu a dica de chegar pela estação  Vallcarca, começando de cima pra depois chegar na parte mais turística. Não é fácil e pra chegar lá você vai ter que subir um morrinho bem inclinado! Na última parte terá uma escada rolante. Vale a pena porque você terá uma vista panorâmica de cidade de Barcelona.

A guia nos contou que esse parque foi inicialmente uma ideia de Gaudí e do Sr. Guell de fazer um condomínio para os ricos, a ideia era cada um comprar um pedaço de terra e construir sua casa, mas não deu certo e apenas 3 pessoas moraram lá, Gaudí, Sr. Guell e um amigo deles. Hoje é um parque aberto para todos, mas estão pensando em cobrar a entrada.

Obs.: Eu recomendo comprar tudo pela internet e evitar filas chatas, principalmente na Sagrada Família que forma uma fila que vira o quarteirão.

*Retirei algumas fotos do google. http://culturemaking.typepad.com http://www.thehistoryblog.com
http://suitelife.com

Share Button

Comment (1)

  1. Luisapaoliello 27/10/2012 at 3:35 pm

    Lu, já passei por essas paradas, mas foi ótimo rever tudo pelos seus olhos. Beijinhos.

Leaver a comment